PROFISSIONAIS INSCRITOS ATIVOS
     

ESTABELECIMENTOS REGISTRADOS

Revista do Farmacêutico

PUBLICAÇÃO DO CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Nº 121 - ABR - MAI / 2015

congress

 

Ao escolher o tema do XVIII Congresso Farmacêutico de São Paulo –“Talentos Farmacêuticos: Construindo Hoje a Saúde do Amanhã”—, o objetivo da organização ficou claro: oferecer aos participantes as discussões mais importantes da atualidade na área. Nascia ali uma edição histórica do maior evento farmacêutico da América Latina.
Para garantir o nível elevado da programação de cursos, palestras, seminários e mesas-redondas, foi formada uma comissão científica, coordenada pela professora-doutora Terezinha de Jesus Andreoli Pinto, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP.
Apenas com esses atrativos, o evento já seria obrigatório na agenda de quem pretende exercer a profissão farmacêutica seja em qual âmbito for. Mas, acrescente a eles uma lista de convidados internacionais entre os mais prestigiados do mundo e uma programação paralela que inclui desde novidades do setor industrial a uma Feira de Oportunidades que oferecerá orientação de carreira aos farmacêuticos participantes.
“Certamente é uma das mais completas edições do Congresso”, afirma o presidente do CRF-SP, dr. Pedro Eduardo Menegasso. “Há diversos fatores, como a aprovação da Lei 13.021/14, que nos permitem dizer que os farmacêuticos vivem hoje um momento importante, no qual está clara a possibilidade desses profissionais virem a ser mais valorizados pela sociedade. Entretanto, para que isso ocorra, é necessário capacitação e educação permanentes e, nesse sentido, participar do Congresso é fundamental”, pondera.
Na mesma linha de raciocínio do presidente do CRF-SP, a Profa Dra. Terezinha de Jesus conta que a comissão científica bateu o martelo sobre o tema do Congresso após uma longa reflexão sobre “a vital importância dos profissionais dessa área para o desenvolvimento da saúde no Brasil. É essencial oferecer aos farmacêuticos não só uma formação primorosa, preparando-os igualmente para a pesquisa e o ensino, pilares fundamentais para a formação de profissionais qualificados no aprimoramento da saúde e focados no bem-estar social, mas também oportunidades de aprimoramento e formação complementar, visando uma constante melhoria nos serviços de saúde e qualidade de vida”, analisa.
Entre as personalidades que já confirmaram presença, estão o dr. Jadir Nunes, ex-presidente da IFSCC (International Federation of Societies Cosmetic Chemists); a professora-doutora Carmen Peña Lopéz, presidente da Federação Internacional de Farmacêuticos (FIP), membro do Grupo Farmacêutico da União Europeia (PGEU) e da Federação Pan-Americana de Farmacêuticos (Fepafa); e a CEO da Sociedade Americana de Farmacêuticos Hospitalares (ASHP), diretora executiva e professora assistente de educação experimental da Universidade de Farmácia de Minnesota, dra. Christene Jolowsky.
Dividido em cinco áreas temáticas –Assistência Farmacêutica e Saúde Pública; Indústria e Tecnologia; Análises Clínicas e Toxicológicas; Gerenciamento, Gestão e Aspectos Regulatórios e Educação Farmacêutica - a programação do Congresso é tão interessante e variada que apresentará temas como “Doping Genético nos Jogos Olímpicos” e “Bioterrorismo nos Jogos Olímpicos”, às vésperas do Brasil sediar sua primeira Olimpíada.
Abaixo, a Revista do Farmacêutico destacou alguns temas que deverão estar entre os mais concorridos.

 

palestrantes int

 

 

 

NOVA FARMÁCIA CLÍNICA


A importância que hospitais e planos de saúde têm dado às atividades de farmacêuticos está mudando a farmácia clínica, fenômeno que foi captado pela organização do Congresso. Para aproveitar as oportunidades que se abrem no setor, no entanto, é necessário que o farmacêutico entenda a nova farmácia clínica e busque se preparar para ela.
“A profissão tem estado focada na orientação do medicamento. Mas, o novo farmacêutico tem de ir além e focar também na atenção ao paciente. A literatura mostra que a presença do farmacêutico tem de se estender à posologia, às interações medicamentosas, às reações adversas. Essa extensão dos cuidados comprovadamente tem diminuído o custo dos hospitais”, afirma o professor-doutor Geraldo Alécio de Oliveira, coordenador da Faculdade de Farmácia da Anhembi Morumbi.
O chileno Leonardo Arriagada, um dos ministrantes no Congresso, é considerado hoje uma das maiores autoridades sobre a configuração da nova farmácia clínica. “Ele a contextualiza em seu cotidiano de atuação, estudando as adequações. Ledo engano quem acha se tratar de um processo simples. O empirismo de Arriagada tem provocado fortes mudanças no setor”, diz o professor-doutor Alécio.


A REVOLUÇÃO DA NANOTECNOLOGIA


Assunto dos mais palpitantes entre pesquisadores farmacêuticos, a nanotecnologia será tema de um simpósio do Congresso com a participação dos especialistas doutores Nádia Bou-Chacra, Henrique Toma e Priscyla Marcato Gaspari, do Brasil, e Raimar Loebenberg, do Canadá.
Dra. Nádia é responsável pela disciplina de Tecnologia Farmacêutica da FCF/USP e falará sobre o sistema nanoestruturado catiônico para obtenção de produtos oftálmicos inovadores. O tempo reduzido de residência dos fármacos na região ocular, em função dos mecanismos de proteção do olho, levou a grandes descobertas na área da nanotecnologia aplicada às pesquisas.
Também sobre nanotecnologia, o pesquisador e professor titular da USP Henrique Toma falará sobre as nanopartículas plasmônicas e superparamagnéticas em diagnóstico e biotecnologia. Segundo Toma, graças à elevada resistência mecânica dos nanomateriais ou à introdução de propriedades antibacterianas a sua composição, ou até mesmo o uso dos nanobiocatalisadores, é possível gerar nanopartículas magnéticas, funcionalizá-las com sílica e inserir grupos funcionais, no caso as enzimas, com a vantagem de seu reaproveitamento. 

O GENOMA NA FARMÁCIA


O mapeamento do genoma humano já é considerado um dos fundamentos da chamada farmacoterapia preventiva. Num futuro não muito distante, será possível o desenvolvimento de farmacoterapias pontuais para o tratamento de genes específicos.
Uma visão genômica da farmacoterapia será o tema da palestra do médico e professor-titular da Faculdade de Farmacologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, dr. Guilherme Kurtz. Também coordenador da Rede Nacional de Farmacogenômica e membro da Academia Brasileira de Ciências, Kurtz abordará questões relativas aos fundamentos da farmacogenômica, a farmacogenômica na população brasileira e aplicações clínicas da farmacogenômica, entre outras.
A palestra “Contribuição da Genômica na Análise Forense” mergulhará no mesmo universo, para exemplificar a utilização desses conhecimentos na criminologia. O tema será apresentado pelo professor-doutor Hemerson Bertassoni, diretor geral da Polícia Científica do Paraná, membro efetivo da Academia Brasileira de Ciências Forenses e consultor forense internacional.

 

SERVIÇOS QUE AMPLIAM A FARMÁCIA


Esse será o primeiro Congresso realizado após a aprovação da Lei 13.021, no ano passado, conhecida como Lei Farmácia Estabelecimento de Saúde. A nova legislação abre um campo de possibilidades para as farmácias, que, claro, não poderiam estar fora do evento.
Na pauta de debates, serão discutidas questões relacionadas aos serviços que podem ser realizados em estabelecimentos farmacêuticos, bem como os custos e exigências técnicas. Os farmacêuticos dr. Rinaldo Ferreira, da Universidade do Vale do Rio Doce (Univale), dra. Eliete Bachrany Pinheiro, da Farmais, e Profª Dra. Silvia Storpirtis, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP, comandarão a mesa-redonda “A Gestão dos Serviços Farmacêuticos e sua Contribuição para o Incremento dos Negócios”.
“Atualmente, as farmácias vêm atuando mais ativamente na revisão de farmacoterapias, no manejo de problemas de saúde autolimitados, na dispensação com qualidade, bem como no rastreamento em saúde, por meio da triagem individual e coletiva e avaliação de índices glicêmico e de pressão arterial, fluxo respiratório, entre outros serviços que agregam valor ao estabelecimento”, considera o dr. Rinaldo, também presidente da Farma e Farma.
Para ele, a transformação da farmácia em um genuíno estabelecimento de saúde exige de empresários, farmacêuticos e gestores uma formação condizente a essa finalidade.


RESIDÊNCIA APONTA NOVOS CAMINHOS


Embora a residência farmacêutica ainda se encontre na fase inicial de implantação no Brasil, a curto prazo, é iminente o ajuste na formação acadêmica dos cursos de Farmácia, buscando a capacitação para que os profissionais atuem de forma eficiente nas equipes multidisciplinares de saúde, cada vez mais fortes nos hospitais.
De acordo com a coordenadora do curso de aprimoramento profissional do Hospital das Clínicas de São Paulo, professora-doutora Maria Cleusa Martins Goes, a interação do farmacêutico nas equipes multiprofissionais exige uma atualização da postura profissional. “Há necessidade de ajuste nas equipes de farmacêuticos, que ainda querem permanecer atrás de estoques, às vezes até empoeirados, e que terão seus prazos de validade vencidos se não se ajustarem às necessidades atuais da profissão. Esse deve colocar o paciente como o foco principal de sua perspectiva profissional”, afirma a especialista, que será uma das participantes da mesa-redonda “Perfil Atual e Perspectivas dos Programas de Residência Farmacêutica”.
No evento também serão abordados temas relativos à gestão brasileira de programas de residência, bem como o potencial desses programas para a profissão. A experiência dos participantes em conceituadas equipes multiprofissionais dará o norte para a extensão e desenvolvimento da especialização farmacêutica nesse formato.
Dr. Pedro Menegasso está otimista em relação ao resultado do XVIII Congresso Farmacêutico. “Certamente, muitas das práticas, atividades e fármacos que dominarão o setor no futuro, começarão a ser discutidas no evento”, conclui.


Por Wesley Alves

 

Agência oficial

A MA Travel é a agência de viagem oficial do Congresso e possui convênios com hotéis da região para garantir melhores preços aos participantes. A agência já tem apartamentos bloqueados exclusivamente aos congressistas. Consulte-os antes de fechar sua reserva!  E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e tel: (51) 3012-7474