EM DEFESA DA SOCIEDADE E DA PROFISSÃO

Comunicado: Renovação de Certidões

Confira os prazos para solicitar a emissão de Certidões e registros

Dispensação responsável de antibióticos

 
Dr. Marcelo Polacow durante a palestra  

Esse foi o tema da palestra realizada na sede do CRF-SP na última segunda-feira (17 de novembro). Dr. Marcelo Polacow Bisson, vice-presidente e dra. Adriela de Paula F. Luz traçaram um panorama mundial do uso de antibióticos em comparação com a utilização do medicamento no Brasil.

Os palestrantes também apresentaram dados representativos como os de que 50% de todos os medicamentos são prescritos, dispensados ou utilizados incorretamente e também que, 75% das prescrições com antibióticos são errôneos (dados de aula no I Seminário de Assistência Farmacêutica, Salvador, Abril 2008).

CRF-SP é mais uma vez premiado

No último dia 17/11, a presidente do CRF-SP, dra. Raquel Rizzi, representando o Conselho, foi homenageada com o prêmio anual “Profissional de destaque”, oferecido pela Associação Brasileira dos Profissionais em Vigilância Sanitária (ABPVS). A cerimônia de entrega foi realizada no Consulado Geral do Canadá, em São Paulo.

Todos os homenageados da noite, entre eles, representantes de entidades, indústrias e associações – foram indicados pelo destaque que tiveram durante todo o ano no que se refere a assuntos regulatórios de vigilância sanitária. Os nomes foram sugeridos durante o IX Encontro Internacional dos Profissionais em Vigilância Sanitária, que aconteceu no mês passado e, também, por votação online.

Câmara aprova verificação de pressão arterial em farmácias

 

 

 

No dia 28 de outubro, a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou, em caráter conclusivo, o projeto de lei que autoriza farmácias e drogarias a oferecerem serviços de verificação de pressão arterial e inalação. A proposta agora será analisada pelo Senado.

A autorização foi aprovada na forma de substitutivo do deputado Sérgio Brito (PDT-BA) aos projetos de lei 612/03, do deputado Ricardo Izar, morto em abril deste ano, e 2968/04, do deputado Jefferson Campos (PTB-SP). Também tramitava conjuntamente o Projeto de Lei 4643/04, do deputado Giacobo (PL-PR), que foi considerado inconstitucional pelo relator.

A proposta de Izar autorizava farmácias e drogarias a oferecerem, além dos serviços de verificação de pressão arterial, a medição do nível de açúcar no sangue, exames de osteoporose, limpeza de pele e massagem facial e corporal. Já a proposta de Jefferson Campos facultava à farmácia manter serviços de inalação, a cargo de técnico habilitado, com prescrição médica. O texto aprovado pela Comissão restringiu a autorização apenas para os serviços de verificação de pressão arterial e inalação.

Após aprovação e publicação da nova norma, o texto modificará a Lei 5.991/73, que regulamenta o controle sanitário do comércio de medicamentos e insumos farmacêuticos.

 

Faltam

poucos dias

para o

EAD - Academia Virtual de Farmácia