PROFISSIONAIS INSCRITOS ATIVOS
     

ESTABELECIMENTOS REGISTRADOS

Revista do Farmacêutico

PUBLICAÇÃO DO CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Nº 129 - FEV - MAR - ABR/2017

COMISSÕES ASSESSORAS / FARMÁCIA ESTÉTICA

 

Peeling físico e químico 

Conheça quais procedimentos o farmacêutico pode realizar e os benefícios para a pele 

  

rf129 farmacia-estetica01O farmacêutico pode realizar todos os procedimentos de peelings físicos (mecânicos), com utilização ou não de ferramentas como cristal ou diamante e administração de produtos cosméticos com adição de esferas esfoliantes. Também está no âmbito desse profissional os procedimentos de peelings químicos, que são realizados com adição de ácidos em diferentes concentrações de pH, isolados ou combinados, com ação superficial, média ou profunda, sendo que para algumas substâncias e/ou determinadas concentrações é necessária prescrição médica. 

Porém, para executar esse procedimento, o profissional precisa ser capacitado nos termos do artigo 2º da Resolução 616/15 do Conselho Federal de Farmácia, que define os requisitos técnicos para o exercício  do farmacêutico no âmbito da saúde estética.

Entre os benefícios que o peeling traz ao paciente, tanto os físicos como os químicos, estão a melhoria da aparência de rugas, linhas de expressões, estrias e cicatrizes e a promoção de uniformidade e clareamento de manchas na pele. De acordo com a farmacêutica esteta e vice-coordenadora da Comissão Assessora de Farmácia Estética do CRF-SP, Dra. Halika Groke, isso ocorre porque os procedimentos promovem afinamento da epiderme e estimulam a síntese de colágeno. Porém, ela alerta que é fundamental que o profissional prescreva e oriente sobre a necessidade do uso de fotoprotetores, que evitam manchas na pele durante o tratamento e até alguns tipos de queimaduras. 

rf129 farmacia-estetica02Dra. Halika também alerta que o paciente deve passar por uma avaliação prévia do farmacêutico, que deve ainda indicar uso de produtos diários para um tratamento homecare, o qual vai preparar a pele para o peeling profissional. “Isso irá minimizar os riscos de sensibilidade e processo inflamatório intenso”, ressalta.

Apesar da boa eficácia dos peelings, eles não são definitivos. “Todo tratamento estético consiste em algumas sessões para que se obtenha o resultado esperado. Mas nosso organismo continua envelhecendo e, periodicamente, é necessário reiniciar o tratamento”, afirma.

Por Mônica Neri 

 

O QUE O FARMACÊUTICO DEVE INDICAR

→ Fotoprotetores com fator de proteção solar maior do que 30

→ Hidratante

→ Água termal

→ Sabonete neutro por um período de sete dias após o procedimento

→ Protetores solares físicos, como guarda-sol e chapéus

→ Compressas frias em infusões de camomila sobre a área do peeling

Para mais informações, consulte a página da Comissão Assessora de Farmácia Estética do CRF-SP no portal www.crfsp.org.br.

 

 

     

     

    farmacêutico especialista