Campanha contra a dengue

 

Em Rio Claro, Prefeitura faz parceria com CRF-SP para enfrentar epidemia

 

Farmacêuticos e proprietários de farmácia reuniram-se com autoridades para padronizar a orientação em relação à dengue. Foto: Imprensa/Rio ClaroFarmacêuticos e proprietários de farmácia reuniram-se com autoridades para padronizar a orientação em relação à dengue. Foto: Imprensa/Rio ClaroFarmacêuticos e proprietários de farmácia reuniram-se com autoridades para padronizar a orientação em relação à dengue. Foto: Imprensa/Rio ClaroSão Paulo, 17 de abril de 2015. 

Na manhã desta sexta-feira, 17/04, farmacêuticos e proprietários de farmácia da cidade de Rio Claro, interior de São Paulo, participaram de uma reunião no auditório da Secretaria de Segurança de Rio Claro. Em pauta, as orientações a respeito da prevenção e combate à dengue na região, o que envolve o uso de medicamentos.

Utilizando como referência o material desenvolvido pela equipe de farmacêuticos do CRF-SP para prevenir e combater a dengue, o prefeito Du Altimari e o secretário de Saúde, Geraldo de Oliveira Barbosa destacaram a importância do farmacêutico nesta etapa da campanha, já que a farmácia tem papel fundamental na saúde pública e costuma ser o primeiro contato de quem procura por atendimento.

Em Rio Claro, já são cerca de dez mil casos da doença, com três óbitos. A ideia é padronizar o atendimento, por meio de protocolos e diretrizes elaboradas pelo CRF-SP em caso de pacientes com suspeita de dengue.

O prefeito de Rio Claro, Du Altimari, considera de extrema importância a participação do farmacêutico no trabalho de orientação e tratamento do paciente com sintomas ou diagnosticado com dengue. “Todos os esforços são muito bem recebidos e se somam à intensificação do trabalho curativo implementado por todos os setores do município neste momento em que se vive o alerta máximo de dengue”. 

O secretário de Saúde de Rio Claro, dr. Geraldo de Oliveira Barbosa, o prefeito Du Altimari e o presidente do CRF-SP, dr. Pedro Menegasso. Foto: Imprensa/Rio ClaroO secretário de Saúde de Rio Claro, dr. Geraldo de Oliveira Barbosa, o prefeito Du Altimari e o presidente do CRF-SP, dr. Pedro Menegasso. Foto: Imprensa/Rio ClaroO secretário de Saúde de Rio Claro, dr. Geraldo de Oliveira Barbosa, o prefeito Du Altimari e o presidente do CRF-SP, dr. Pedro Menegasso. Foto: Imprensa/Rio Claro Dr. Pedro Menegasso e dra. Raquel Rizzi falaram sobre a iniciativa do CRF-SP ao promover a ação "Farmacêuticos contra a dengue"Dr. Pedro Menegasso e dra. Raquel Rizzi falaram sobre a iniciativa do CRF-SP ao promover a ação "Farmacêuticos contra a dengue"Dr. Pedro Menegasso e dra. Raquel Rizzi falaram sobre a iniciativa do CRF-SP ao promover a ação "Farmacêuticos contra a dengue"

O secretário de Saúde e presidente da Fundação Municipal de Saúde também ressaltou a atuação do farmacêutico como uma das principais parcerias que o município poderá contar no controle e prevenção da doença e seus agravos. “Toda discussão técnica da Fundação Municipal de Saúde com as farmácias e seus profissionais responsáveis seguem as diretrizes estabelecidas pelo Conselho Regional de Farmácia de São Paulo”.

A reunião contou com a presença do presidente, dr. Pedro Menegasso e da vice-presidente do CRF-SP, dra. Raquel Rizzi, além de agentes da Vigilância Sanitária e Epidemiológica; Centro de Controle de Zoonoses e mais de 70 estabelecimentos farmacêuticos.

Dr. Pedro elogiou a iniciativa de Rio Claro em reconhecer o papel das farmácias como agente colaborador na luta contra a dengue e lembrou que, por lei, a farmácia é considerada um estabelecimento de saúde e a porta do sistema de saúde, pois é, na maioria das vezes, a primeira alternativa do paciente. “Parabenizo o município por esse direcionamento aos farmacêuticos. Vamos utilizar essa experiência para unificar as ações em todo o Estado".

 

Campanha “Farmacêuticos contra a dengue”

Campanha do CRF-SP é referência para o município de Rio ClaroCampanha do CRF-SP é referência para o município de Rio Claro

 

Lançada em março, a campanha do CRF-SP tem duas vertentes, uma de orientação aos farmacêuticos com protocolos de atendimentos a pacientes com suspeita de dengue e outra voltada à população com informações sobre uso de medicamentos e outros.

A campanha foi adotada por estabelecimentos e também conta com um área exclusiva no portal (www.crfsp.org.br/dengue). As orientações também são enviadas via aplicativo para dispositivos móveis “CRF-SP” (para farmacêuticos” e “Farmacêutico” (para a população).

 

Confira os materiais para farmacêutico

 

 

 

 

Thais Noronha

Assessoria de Comunicação CRF-SP (com informações Imprensa/Rio Claro)

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS