Presidente do CRF-SP, Dr. Marcelo Polacow, fala sobre a Metoclopramida ao portal UOL

 

 

São Paulo, 8 de junho 2022

O portal de notícias Uol abordou nesta terça-feira, 7/6, em sua coluna ‘QUAL É O REMÉDIO – Um guia dos principais medicamentos que você usa’ os principais aspectos farmacológicos da metoclopramida.

O texto apontou que o fármaco é classificado como antiemético, ou seja, age no controle da náusea e do vômito, que por ser antagonista da dopamina, problemas extrapiramidais são possíveis efeitos colaterais, que trata-se de um medicamento considerado seguro, efetivo e acessível, que pode ser indicado a crianças acima de 1 ano e idosos e que, no co caso de enjoo na gravidez, ele deve ser usado somente quando indicado pelo médico.

O presidente do CRF-SP, Dr. Marcelo Polacow, participou da edição da coluna e destacou que não deve-se consumir bebida alcoolica quando estiver utilizando o medicamento porque pode aumentar a chance de ter efeitos colaterais no sistema nervoso, o que resultaria em tontura, sonolência e dificuldade de concentração.

"De acordo com Marcelo Polacow, presidente do CRF-SP, alguns indivíduos podem ainda apresentar problemas cognitivos e alterações na capacidade de julgamento", aponta o texto.

 

Clique aqui e confira o texto na íntegra.

 

 

Departamento de Comunicação CRF-SP
 

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS

Fique atualizado sobre capacitações e informativos importantes do CRF-SP. Participe do canal de Telegram e mantenha-se informado!
https://t.me/crfsp_cursosenoticias