Seccional

Campinas

Data de inauguração
01/09/1981
Farmacêuticos na região
3265
Funcionários da Seccional
3
Fiscais da Seccional
2
Diretor
Dr. Leonel Francisco de Almeida Leite
CRF-SP: 13.809
  • Horário de atendimento: Segunda a sexta-feira: das 8h30 às 18h00 e Sábados das 9h00 às 12h00
  • Endereço: Rua Ibsen da Costa Manso, 30, lote 19, Jd. Chapadão, Campinas - SP / CEP: 13070-078
  • Telefone: (19) 3252-4490 / (19) 3251-8541 / (19) 3255-8608
Notícias

Riscos da automedicação é tema de programa da TV-PUC

 

Diretor regional destaca as orientações do CRF-SP para o uso racional de medicamentos 

 

Automedicação O programa Ponto de Encontro transmitido pela TV-PUC de Campinas realizou uma entrevista com o diretor da seccional, dr. Leonel Leite, acerca do uso racional de medicamentos.

No programa foram abordadas as possíveis projeções sobre as novas regras da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que preveem aumentar a lista de medicamentos OTC (que não necessitam de prescrição para consumo), que já inclui medicamentos para gripes e resfriados, dores em geral, relaxamento muscular, entre outras categorias.

A preocupação dos farmacêuticos é que a automedicação pode significar riscos à saúde do paciente. Para o diretor regional da Seccional de Campinas, dr. Leonel Leite, a cultura da automedicação é um grande problema no Brasil.

“Sobre essa cultura, nós, do Conselho Regional de Farmácia, temos a proposta de diminuir e aumentar a orientação ao paciente. Mostrar para ele a real necessidade do uso de medicamentos, possíveis riscos e benefícios”, explicou o diretor.

A disponibilização no autosserviço de medicamentos isentos de prescrição médica, que cabe ressaltar, apesar de isentos de tarja não são isentos de riscos, possibilita ao paciente, muitas vezes, adquiri-los sem que tenha um contato com o farmacêutico que é o profissional que possui competência e conhecimento para avaliar a real necessidade de uso e fornecer as devidas orientações quanto ao uso e riscos. 

Desta forma, a fiscalização do CRF-SP orienta a todos os farmacêuticos do Estado a cumprirem e fazer cumprir nos estabelecimentos nas quais são responsáveis, as legislações profissionais e sanitárias vigentes, a atuarem de forma ética, com foco no uso seguro e racional de medicamentos e na promoção e proteção da saúde e a desempenharem seu papel clínico, contribuindo assim para que o estabelecimento de farmácia e drogaria atue verdadeiramente como estabelecimento de saúde e se torne referência na sua promoção e recuperação.

Para conferir a entrevista na íntegra clique aqui

 

Assessoria de Comunicação CRF-SP