PROFISSIONAIS INSCRITOS ATIVOS
     

ESTABELECIMENTOS REGISTRADOS

Revista do Farmacêutico

PUBLICAÇÃO DO CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Nº 115 - JAN-FEV-MAR / 2014

 

Farmacêutico no topo do mundo

Chegada do dr. Jadir Nunes ao comando da Federação Internacional de Cosmetologia é considerada um marco para o Brasil

Dr. Jadir Nunes (Foto Carlos Nascimento)A ciência cosmética brasileira está em destaque no mundo com a chegada do dr. Jadir Nunes à presidência da International Federation of Societies of Cosmetic Chemists (IFSCC), uma federação internacional sediada em Londres, que representa 58 países e mais de 15 mil profissionais e pesquisadores do setor cosmético. 

Dr. Jadir é o primeiro brasileiro a assumir o cargo e tem a responsabilidade de conduzir uma instituição que atua nos mais altos padrões científicos e educacionais relacionados à cosmetologia em todo o mundo. A nomeação aconteceu logo após a Conferência Internacional da IFSCC, em novembro do ano passado.

“Acredito que para os farmacêuticos que atuam na indústria cosmética é uma inspiração, quebrando um pouco aquele certo preconceito contra a área, muitas vezes associada à beleza e ao glamour e não como a ciência”, diz o dr. Jadir Nunes que, além de presidir a IFSCC, é vice-presidente administrativo da Associação Brasileira de Cosmetologia (ABC) e diretor de pesquisa e desenvolvimento de produtos na Stiefel Laboratories.

Nunes vem se preparando para assumir o cargo desde 2009, ocasião em que o Brasil sediou a Conferência Internacional da IFSCC. O evento foi realizado na cidade do Rio de Janeiro e contou com a participação de 600 congressistas do mundo inteiro, que puderam conferir as principais tendências da indústria cosmética em inovação, tecnologia e formulação.

Pelas regras da entidade, o país-sede da Conferência ou Congresso assume a presidência da IFSCC. Por isso, a posse de Nunes ocorreu no final do encontro brasileiro. O regulamento determina um ano de gestão, portanto, o recém-empossado presidente já terá de passar o cargo ao representante francês, ao final do Congresso deste ano, que será realizado em outubro na cidade de Paris, na França.

Desde 2010, a ABC é a associação que representa oficialmente o Brasil no cenário mundial e, devido a sua atuação junto à comunidade científica, conseguiu elevar a posição do Brasil para o 4º lugar no ranking da IFSCC, atrás somente do Japão, Estados Unidos e França.

A classificação da federação internacional existe para avaliar o desempenho dos países por meio da quantidade de trabalhos científicos aprovados nos congressos e do número de associados de cada entidade. A partir da chegada de Nunes à presidência da IFSCC, o Brasil ganhou ainda mais visibilidade, credibilidade e se colocou, definitivamente, no cenário da ciência cosmética mundial.
“Estou muito feliz por ter conquistado essa posição pela ABC e pela classe farmacêutica. Por outro lado, a responsabilidade é muito grande. Ninguém vai fazer milagre em um ano mas, se de alguma forma contribuir para deixar um legado, já terei cumprido bem a minha missão”, afirma dr. Jadir.

Trajetória de sucesso

A trajetória de sucesso do dr. Jadir Nunes é marcada por lances de talento profissional, de oportunidades e de busca constante por aperfeiçoamento e capacitações profissionais.

Dr. Jadir Nunes (Foto Carlos Nascimento)Dr. Jadir Nunes, um farmacêutico brasileiro na presidência da Internacional Federation of Societies of Cosmetics Chemistry No início da carreira, ainda estudante do primeiro ano de Farmácia na Universidade de São Paulo, Nunes começou a estagiar no Hospital das Clínicas, na área de farmacotécnica. Não demorou muito e apareceu a primeira oportunidade de ingressar na indústria cosmética, onde atuou na área de controle de qualidade.

“O que me inspirou inicialmente foi o interesse em trabalhar com pesquisa e desenvolvimento. Nesse momento, foi um objetivo traçado. Mas depois, os desdobramentos, mestrado, doutorado, a entrada na ABC, nada disso foi planejado. As coisas foram acontecendo”, conta dr. Nunes, lembrando que ingressou na ABC em 1984, com o objetivo inicial de fazer atualização profissional.

O farmacêutico graduou-se na Universidade de São Paulo, onde também fez o doutorado em farmacotécnica e cosmetologia. Concluiu também especializações e MBA na Fundação Getúlio Vargas. Ao mesmo tempo, foi ganhando destaque profissional e atuou para as principais multinacionais de cosmetologia como Johnson & Johnson, Schering-Plough, Natura e Evic.

Passados anos de dedicação, cumprindo cada estágio com êxito e agora à frente de todas as decisões estratégicas da Federação, o desafio maior é fazer com que a entidade se fortaleça em algumas regiões-chave do mundo como China, Leste Europeu, África e Ásia. “A América Latina também tem muito a ganhar, já que o Brasil é o único representante da região na diretoria da entidade”, acrescenta.

Para o dr. Nunes, os próximos passos são: fazer com que o Brasil seja reconhecido e premiado pela produção científica e incentivar outras lideranças que sejam capazes de suceder a sua participação na federação internacional.

Por Carlos Nascimento