Revista do Farmacêutico 113 - CRF-SP em Ação - Plano de carreira no Estado

rf108_cabecalho

PUBLICAÇÃO DO CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Nº 113 - SET-OUT / 2013

Revista 113 setinha CRF-SP em Ação setinha Plano de carreira no Estado



Plano de carreira no Estado

CRF-SP entregou proposta à Casa Civil para criar cargo e plano de carreira do farmacêutico no Estado

Foto: Adriana Gonçalves
Subsecretária de Assuntos Parlamentares da Casa Civil, dra. Rosmary Correa e deputada Maria Lúcia Amary recebem proposta de plano de carreira do dr. Pedro Menegasso, presidente do CRF-SP (Foto: Adriana Gonçalves)

Opresidente do CRF-SP, dr. Pedro Eduardo Menegasso, entregou no último mês de agosto à subsecretária de Assuntos Parlamentares da Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo, dra. Rosmary Correa, uma proposta de Projeto de Lei elaborada pelo Conselho propondo a recriação da carreira do farmacêutico no âmbito do Estado.

Desde 2011, com a aprovação da Lei 1.157/11, os cargos de farmacêutico foram extintos e esses profissionais transformaram-se em técnicos de saúde, sem a diferenciação de cargos, funções e atividades com as outras categorias da saúde.

Além da recriação da carreira, a proposta do CRF-SP sugere a possibilidade de ascensão profissional e prêmios de valorização da atividade do farmacêutico, propiciando condições para melhorar o atendimento à população.

Para o dr. Pedro, esse é um avanço necessário para a valorização do profissional, mas, principalmente, para a efetiva qualidade da saúde pública. 

“Temos convicção de que um plano de carreira tornará mais atrativo o exercício das funções de farmacêutico no âmbito do serviço público, suprindo a demanda da administração por pessoal especializado, proporcionando justa valorização à atividade dessa classe de servidores e, consequentemente, avanços no cuidado da saúde da população.”

Dr. Pedro também entregou a proposta à deputada Maria Lúcia Amary, que comprometeu-se a avaliar e encaminhá-la com indicação ao Governo Estadual.

O CRF-SP se colocou à disposição para dialogar e contribuir no que for necessário para que o projeto possa vir a ser aprovado o mais breve possível, trazendo benefícios para a classe farmacêutica e para os usuários do sistema público de saúde.

Mônica Neri

 

 

 

setinha  Voltar ao Sumário

setinha  Acesse aqui as edições anteriores ou faça download da Revista do Farmacêutico