Revista do Farmacêutico 113 - CRF-SP em Ação - Me formei. E agora?

rf108_cabecalho

PUBLICAÇÃO DO CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Nº 113 - SET-OUT / 2013

Revista 113 setinha CRF-SP em Ação setinha Me formei. E agora?



Me formei. E agora?
crfspacao_comitejovem_logo

Evento discute as possibilidades de atuação do farmacêutico no mercado de trabalho com acadêmicos e recém-formados

Foto: Monica Neri
Coordenador do Comitê Jovem, dr. Michael Amorim de Oliveira (Foto: Monica Neri)

“O profissional precisa decidir o que ele quer na carreira, se é apenas sobreviver no mercado de trabalho ou se pretende crescer profissionalmente”. A frase de Benedito Rodrigues Pontes, consultor de carreira, marcou o encontro ‘Me formei. E agora? Possibilidades de atuação do farmacêutico no mercado de trabalho’, que reuniu cerca de 100 acadêmicos e recém-formados em Farmácia no dia 25 de setembro, na capital.

Promovido pelo Comitê Jovem do CRF-SP, o evento teve como objetivo apresentar dicas que podem contribuir para um bom início de carreira e informações sobre quais as atividades estão com maior demanda, orientações sobre como enfrentar as dificuldades da profissão, recomendações de como se portar e como se vestir em uma entrevista de emprego e como elaborar um currículo.

Existem atualmente 104 cursos de Farmácia em São Paulo, um quarto de todos os cursos do país. São aproximadamente 16 mil formandos que ingressam anualmente no mercado de trabalho em todas as regiões do Brasil. Ao mesmo tempo, a profissão apresenta um panorama otimista, com mais de 74 áreas de atuação, o que amplia as possibilidades do bom profissional se destacar.

Para o ministrante da palestra e gerente da Secretaria de Colaboradores (Secol) do CRF-SP, dr. Marcelo Cunha, apresentar esses setores também foi fundamental para dar novas diretrizes aos estudantes e jovens farmacêuticos. “É importante apresentar aos novos farmacêuticos o conhecimento das diferentes áreas da Farmácia para ampliar as suas chances de ingresso no mercado de trabalho”. 

Formada em junho de 2013, a farmacêutica dra. Tabita Prudente Santiago busca sua primeira oportunidade no mercado. “Gostaria de atuar na área hospitalar, mas diante da concorrência que estou percebendo no setor, achei importante procurar por orientações práticas de como me destacar a partir da minha apresentação e currículo”.

A também recém-formada dra. Fabiana Calichio ainda está dando entrada em sua inscrição no CRF-SP para tornar-se farmacêutica e conta com a entidade para continuar atuando na área de manipulação. “Trabalhei oito anos em farmácia de manipulação e conto com as ferramentas do CRF-SP, como a bolsa de empregos do PAF e os cursos de qualificação para distribuir e enriquecer meu currículo”.

Comitê Jovem

 

Portal
Abaixo, imagem da tela da área “Espaço Jovem” já disponível no portal do CRF-SP
O Comitê Jovem, concebido pelo presidente do  CRF-SP, dr. Pedro Eduardo Menegasso, é um grupo formado por jovens farmacêuticos e estudantes de Farmácia, convidados pela diretoria do CRF-SP, com o objetivo de estudar e discutir os problemas enfrentados por quem está tentando ingressar no mercado de trabalho, na profissão e propor ações que contribuam nessa fase da carreira, além de aproximar os estudantes e recém-formados do Conselho, por meio de ações e discussões que visem sanar as dúvidas e anseios deste público.

 

Para o coordenador do comitê, dr. Michael Amorim de Oliveira, a ideia do grupo é discutir as principais angústias e melhorar a comunicação entre os jovens farmacêuticos, os estudantes de Farmácia e o CRF-SP.

A estudante do 4º semestre de Farmácia Silvia Laczynski Ferreira aprovou a criação. “Fiquei encantada com a iniciativa do CRF-SP em criar este Comitê, pois é uma forma de auxílio no relacionamento da entidade para com os estudantes, além de um grande incentivo para nós”

Espaço Jovem

Durante o evento foi lançado uma área chamada “Espaço Jovem” dentro do portal do CRF-SP, um canal de comunicação formatado para atender às principais dificuldades enfrentadas no início da carreira por meio do contato direto entre o comitê e os recém-formados/estudantes, com conteúdo exclusivo para os novos farmacêuticos.

Mônica Neri

 

Foto: Divulgação
Dicas para elaborar o currículo
- Inicie o currículo com seus dados pessoais e dados de contato
- Descreva, resumidamente, o seu objetivo profissional, deixando clara a área de atuação e o cargo de seu interesse
- Faça um resumo de suas qualificações profissionais
- A formação acadêmica deve ser descrita da mais recente para a mais antiga, destacando o título do curso, a instituição, datas de início e término (Foto: Adriana Goncalves)

 

 

setinha  Voltar ao Sumário

setinha  Acesse aqui as edições anteriores ou faça download da Revista do Farmacêutico