CRF-SP apresenta à Prefeitura de Santo André projeto que visa qualificar e ampliar serviços farmacêuticos

 

Da esq. p/ dir.: Dra. Marcelle Viçoso dos Santos (Fiscalização do CRF-SP); Dr. Leandro Funchal Pescuma (Consultoria Jurídica do CRF-SP); Dr. José Wilson Barreto Pinto (delegado regional da Seccional de Santo André); Dra. Luciana Canetto (vice-presidente do CRF-SP); José Police Neto (secretário municipal da Saúde de Santo André); Dra. Claudia Baseio Papa (coordenadora da Assistência Farmacêutica de Santo André); Dr. Marcos Machado (conselheiro do CRF-SP); e Dra. Reggiani Schinatto (gerente geral técnica e de fiscalização do CRF-SP)Da esq. p/ dir.: Dra. Marcelle Viçoso dos Santos (Fiscalização do CRF-SP); Dr. Leandro Funchal Pescuma (Consultoria Jurídica do CRF-SP); Dr. José Wilson Barreto Pinto (delegado regional da Seccional de Santo André); Dra. Luciana Canetto (vice-presidente do CRF-SP); José Police Neto (secretário municipal da Saúde de Santo André); Dra. Claudia Baseio Papa (coordenadora da Assistência Farmacêutica de Santo André); Dr. Marcos Machado (conselheiro do CRF-SP); e Dra. Reggiani Schinatto (gerente geral técnica e de fiscalização do CRF-SP)

São Paulo, 25 de julho de 2022.

Na última sexta-feira (22), o CRF-SP se reuniu com a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Santo André, na Grande São Paulo, ocasião em que apresentou o Comitê de Apoio do Serviço Público (Casp). O projeto visa capacitar e qualificar os farmacêuticos da rede pública para ampliação dos serviços clínicos.

A iniciativa prevê, entre outras medidas, visitas quinzenais de técnicos do CRF-SP às unidades de saúde do município, com intuito de preparar os farmacêuticos da rede para promover atendimento humanizado e especializado aos pacientes.

Os representantes do Conselho foram recebidos pelo secretário municipal de Saúde de Santo André, José Police Neto, que falou sobre os benefícios da iniciativa. "É muito importante que a população saiba utilizar bem os recursos medicamentosos disponíveis para que não haja desperdícios. Essa capacitação dos nossos profissionais por meio do CRF-SP será fundamental para darmos esse respaldo técnico a eles”.

A vice-presidente do CRF-SP, Luciana Canetto, elogiou a receptividade da Prefeitura ao projeto. “A reunião foi muito produtiva. Visamos a implementação da atuação clínica do farmacêutico nos municípios e o secretário se mostrou aberto à modalidade, com isso, o profissional deixa de ser visto somente como gestor do medicamento e passa a atender o paciente clinicamente, ampliando o cuidado farmacêutico na atenção básica”, comentou.

Por meio do Casp, o farmacêutico atuante da rede municipal de Saúde poderá realizar o acompanhamento farmacoterapêutico, promover cuidados farmacêuticos em transtornos menores de saúde, incluindo a prescrição farmacêutica; reduzir erros de dispensação de medicamentos e outros problemas relacionados ao uso de medicamentos; reduzir desperdício, perdas e gastos com medicamentos e contribuir na melhora da adesão ao tratamento; pode também participar de campanhas de vacinação.

 

Renata Gonçalez (com informações da Prefeitura de Santo André)

Departamento de Comunicação CRF-SP

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS


Fique atualizado sobre capacitações e informativos importantes do CRF-SP. Participe do canal de Telegram e mantenha-se informado!
https://t.me/crfsp_cursosenoticias