Piso salarial é aprovado na Comissão de Seguridade Social e Família na Câmara dos Deputados

Dra. Danyelle Marini, diretora-tesoureira do CRF-SP, o deputado federal Ricardo Silva e o conselheiro federal suplente Dr. Leoberto Costa Tavares acompanharam a votação na Comissão de Seguridade Social e Família Dra. Danyelle Marini, diretora-tesoureira do CRF-SP, o deputado federal Ricardo Silva e o conselheiro federal suplente Dr. Leoberto Costa Tavares acompanharam a votação na Comissão de Seguridade Social e Família

São Paulo, 13 de julho de 2022.

A categoria farmacêutica pode comemorar mais uma etapa para a consolidação de um piso salarial para a profissão. Na manhã desta quarta-feira, 13, o substitutivo ao PL 1559/21, apresentado pelo deputado federal Ricardo Silva, foi aprovado pela Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados.

O projeto de lei fixa o piso salarial nacional de R$ 6,5 mil para os farmacêuticos legalmente habilitados e no exercício da profissão em âmbito público e privado. Pelo texto, haverá um adicional de 10% do piso para o farmacêutico designado responsável técnico (RT) do estabelecimento.

“Estabelecer uma remuneração mínima mensal digna aos profissionais é um dever do poder público e uma missão daqueles que se preocupam com a valorização dos profissionais que dedicam suas vidas à saúde e bem-estar do próximo”, ressaltou o relator Ricardo Silva.

Dr. Antonio Geraldo dos Santos, conselheiro federal por SP; Dra. Danyelle Marini, diretora-tesoureira e Dr. Leoberto Costa Tavares, conselheiro federal (suplente)Dr. Antonio Geraldo dos Santos, conselheiro federal por SP; Dra. Danyelle Marini, diretora-tesoureira e Dr. Leoberto Costa Tavares, conselheiro federal (suplente)

A aprovação só foi possível com o apoio do relator Ricardo Silva e de todos os deputados eleitos por São Paulo (Alexandre Padilha, Arlindo Chinaglia, Carlos Sampaio, Eleuses Paiva, Gilberto Nascimento e Sargento Alexandre) que reconheceram a importância dos farmacêuticos e votaram pela aprovação. Mérito também aos representantes do Conselho Federal de Farmácia, CRF-SP e os demais Conselhos Regionais de Farmácia do país que lutaram e continuarão lutando até que o Piso Nacional do Farmacêutico seja aprovado em todas as instâncias.

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado agora pelas Comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

Thais Noronha (com informações da Agência Câmara de Notícias)

Departamento de Comunicação CRF-SP

 

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS

Fique atualizado sobre capacitações e informativos importantes do CRF-SP. Participe do canal de Telegram e mantenha-se informado!
https://t.me/crfsp_cursosenoticias