GTT de Toxicologia do CRF-SP emite informe técnico sobre substâncias contaminantes na água potável

 

São Paulo, 11 de julho de 2022.

Em repercussão à notícia divulgada na imprensa sobre a possível omissão por parte da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) de testes que apontam contaminação de água em 132 cidades, o Grupo Técnico de Trabalho (GTT) de Toxicologia do CRF-SP elaborou um parecer sobre o assunto, denominado “Substâncias contaminantes na água potável”.

O parecer, que pode ser conferido abaixo, pontua que, “apesar do controle existente, o meio aquático ainda está sujeito às mais diversas substâncias contaminantes. São considerados contaminantes quaisquer substâncias que possam produzir alteração qualitativa ou quantitativa que afetem negativamente o ecossistema e provoquem modificações na estrutura e funcionamento dos organismos vivos”.

Dentre as substâncias químicas que são comumente encontradas em grande quantidade na água, de acordo com o documento, estão hormônios, antibióticos, produtos farmacêuticos, agrotóxicos, drogas ilícitas como cocaína, assim como seus produtos de biotransformação ou metabólitos.

Clique aqui e leia a nota do GTT de Toxicologia na íntegra

Farmacêuticos interessados em participar do Grupo Técnico de Trabalho de Toxicologia podem contatar o departamento responsável: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Renata Gonçalez

Departamento de Comunicação CRF-SP

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS


Fique atualizado sobre capacitações e informativos importantes do CRF-SP. Participe do canal de Telegram e mantenha-se informado!
https://t.me/crfsp_cursosenoticias