CRF-SP cria Grupo Técnico de Trabalho voltado para a Residência Profissional

 

São Paulo, 31 de maio de 2022.

Regulamentada por meio da Lei 11.129/2005, a Residência Multiprofissional na Área de Saúde é uma modalidade de ensino que amplia as possibilidades de atuação clínica para o farmacêutico e permite que ele atue ainda mais na promoção da saúde do paciente. Para incentivar o debate sobre os anseios e as questões relacionadas à prática, o CRF-SP criou o Grupo Técnico de Trabalho (GTT) de Residência Profissional, que já está em plena atividade.

Na coordenação do novo GTT estão dois profissionais com sólida experiência. São eles o Dr. Francisco Sandro Menezes Rodrigues (coordenador) e o Dr. Rafael Guzella de Carvalho (vice-coordenador), ambos atualmente preceptores de Residência Multiprofissional de Cardiologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Dr. Francisco comenta algumas particularidades dos programas de Residência Profissional e como se diferenciam dos cursos de especialização. “Há pouco tempo, o farmacêutico não tinha como fazer Residências Multiprofissionais, por isso, eles faziam cursos de especialização que foram e ainda são muito importantes na formação acadêmica do farmacêutico, mas que possuem carga horária mínima de 360 horas e uma carga horária média de 400 horas, diferentemente dos programas de Residência Farmacêutica, que possuem carga horária de 5.750 horas. Dessa forma, proporcionam aos estudantes maiores possibilidades de aprendizado, participação e atuação no segmento escolhido, tanto sob o ponto de vista teórico quanto prático”.

Ele cita como exemplos de programas de Residências Multiprofissionais oferecidos aos farmacêuticos os das áreas de Ortopedia, Transplante de Órgãos, Oncologia, Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Cardiologia, Saúde da Família, Urgência e Emergência, Neonatologia, Pediatria, Práticas Integrativas e Complementares, entre outros.

“Tais programas possibilitam aos estudantes farmacêuticos participarem de discussões de casos clínicos, leitura e discussão de artigos científicos, aulas com caráter multidisciplinar, conjuntamente com estudantes de diferentes profissões como, por exemplo, os de odontologia, fisioterapia, nutrição, enfermagem e psicologia, o que sem dúvida possibilita aos estudantes farmacêuticos maiores oportunidades de ampliar os aprendizados teórico e prático, realizar troca de experiências com os demais profissionais envolvidos nos programas de residência e ampliar seus conhecimentos com outros profissionais da área da saúde”, explica o Dr. Francisco.

Dr. Rafael Guzella de Carvalho detalha alguns dos objetivos do GTT de Residência Profissional. “Pretendemos explicar melhor o que são esses programas e divulgar os benefícios proporcionados aos acadêmicos de Farmácia e aos farmacêuticos graduados. ” Além disso, o Grupo irá estimular a criação de novos programas, bem como a abertura de vagas para farmacêuticos nos programas existentes.

O Grupo pretende ainda fomentar um debate acerca da formação esperada do residente farmacêutico, principalmente do eixo específico (conteúdos, competências e habilidades) a fim de promover diretrizes para um aprimoramento técnico adequado e alinhado às demandas atuais dos serviços de saúde públicos e privados, completou o vice-coordenador.

Outro papel do Grupo será a divulgação dos programas de Residência existentes, e de informações para o farmacêutico sobre o ingresso nesta via de formação.
Farmacêuticos interessados em participar do Grupo Técnico de Trabalho podem contatar o departamento responsável: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..


Renata Gonçalez

Departamento de Comunicação CRF-SP

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS

 

Fique atualizado sobre capacitações e informativos importantes do CRF-SP. Participe do canal de Telegram e mantenha-se informado!
https://t.me/crfsp_cursosenoticias