CRF-SP finaliza audiências públicas que discutiram regulamentação sobre assistência farmacêutica

Auditório da audiência pública realizada na Universidade São Francisco, em CampinasAuditório da audiência pública realizada na Universidade São Francisco, em Campinas

São Paulo, 3 de fevereiro de 2020.

O CRF-SP realizou nos dias 29 e 30 de janeiro as duas últimas audiências públicas de uma série de três instituídas para ouvir diversos setores da sociedade civil e posteriormente construir uma nova regulamentação sobre assistência farmacêutica disciplinada na Lei Federal nº 13.021/14. Os encontros aconteceram nas cidades de Campinas (Universidade São Francisco) e Ribeirão Preto (Universidade de Ribeirão Preto) respectivamente. A primeira audiência pública ocorreu na Universidade Mackenzie, na capital paulista, no dia 5 de dezembro (clique aqui).Dr. Marcelo Polacow, vice-presidente do CRF-SP, Dra. Luciana Canetto, secretária geral do CRF-SP e Dra. Danielly Marini, diretora tesoureira do CRF-SPDr. Marcelo Polacow, vice-presidente do CRF-SP, Dra. Luciana Canetto, secretária geral do CRF-SP e Dra. Danielly Marini, diretora tesoureira do CRF-SP

A iniciativa reuniu representantes de entidades, especialistas no tema, farmacêuticos e público em geral com objetivo e registrar pontos de vista variados de forma transparente e democrática. Após análise das manifestações, os subsídios serão utilizados para embasar a tomada de decisão do Plenário do CRF-SP pela opção regulatória mais adequada.Dra. Ana Luiza Chieffi (CVS/SP) e Dr. André Bedran Jabr (Sincofarma)Dra. Ana Luiza Chieffi (CVS/SP) e Dr. André Bedran Jabr (Sincofarma)

Dr. Marcelo Polacow, vice-presidente do CRF-SP, abriu as discussões em ambas cidades e apresentou dados estatísticos da fiscalização do Conselho que demonstram o avanço da assistência farmacêutica no Estado de São Paulo e a mudança do perfil das inspeções que priorizam a orientação. Ele falou ainda sobre a necessidade de construir uma regulamentação sobre assistência farmacêutica com a participação democrática e também considerando os avanços da tecnologia. “O pensamento desta diretoria é conduzir esse processo da maneira mais transparente, participativa e democrática. Nesse intuito foi deliberada a realização dessas audiências públicas”, explicou. Também representaram o CRF-SP a Dra. Luciana Canetto, secretária geral, e Dra. Danielly Marini, diretora tesoureira.Dra. Ana Claudia Navarro, Dr. Rafael Espinhel, Dra. Luciana Freitas e Dra. Vânia dos SantosDra. Ana Claudia Navarro, Dr. Rafael Espinhel, Dra. Luciana Freitas e Dra. Vânia dos Santos

As audiências coletaram o posicionamento de órgãos e entidades como o Centro de Vigilância Sanitária (CVS) da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, representado pela farmacêutica Dra. Ana Luiza Chieffi; Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos de São Paulo (Sincofarma), representado pelo advogado Dr. André Bedran Jabr; Sindicato dos Farmacêuticos do Estado de São Paulo (Sinfar-SP), representado pela presidente Dra. Renata Golçalves Pereira e pela diretora Dra. Ana Claudia Navarro; e pelo advogado Dr. Rafael Espinhel, representando a Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico (ABCFARMA).Dra. Lais Betti Vasconcellos. Dra. Marise Bastos Stevanato, Dra. Karla Fernanda Borini e Dr. Thiago NogueiraDra. Lais Betti Vasconcellos. Dra. Marise Bastos Stevanato, Dra. Karla Fernanda Borini e Dr. Thiago Nogueira

Houve também manifestações de participantes da audiência, que puderam se inscrever e apresentar seus argumentos, entre os quais Dr. Rodinei Veloso, docente e conselheiro do CRF-SP, Dra. Luciana Freitas (CVS/SP); Dra. Vânia dos Santos, docente USP/Ribeirão Preto; Profa. Dra. Marise Bastos Stevanato, docente da Unaerp; Dra. Ana Carolina Roga, Dra. Karla Fernanda Borini, Dra. Lais Betti Vasconcellos e Dra. Priscila Azevedo proprietárias de farmácia; e Dr. Thiago Nogueira, gerente de farmácia.Dra. Renata Golçalves Pereira, Dra. Priscila Azevedo, Dr. Rodinei Veloso e Dra. Ana Carolina RogaDra. Renata Golçalves Pereira, Dra. Priscila Azevedo, Dr. Rodinei Veloso e Dra. Ana Carolina Roga

 

Carlos Nascimento
Departamento de Comunicação CRF-SP

 

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS