Implementação do consultório farmacêutico é tema de palestra realizada na Sede do CRF-SP

 

Público no plenário da Sede do CRF-SP durante a palestra 'Consultório Farmacêutico'Público no plenário da Sede do CRF-SP durante a palestra 'Consultório Farmacêutico'

São Paulo, 27 de fevereiro de 2019.

O CRF-SP realizou na noite de terça-feira (26), em sua sede, na capital, a palestra ‘Consultório Farmacêutico’. A evento foi uma iniciativa da Comissão Assessora de Farmácia e teve como ministrante o gerente farmacêutico e farmacêutico orientador da rede Panvel, Dr. Jauri Siqueira Jr.

Ao longo de sua apresentação, Dr. Jauri explicou o conceito de consultório farmacêutico, que compreende o local de trabalho do farmacêutico para o atendimento de pacientes, familiares e cuidadores, onde se realiza com privacidade a consulta farmacêutica. Pode funcionar de modo autônomo ou como dependência de hospitais, ambulatórios, farmácias comunitárias, unidades multiprofissionais de atenção à saúde, instituições de longa permanência e demais serviços de saúde, no âmbito público e privado.

Dr. Jauri Siqueira Jr, gerente farmacêutico e farmacêutico orientador da rede PanvelDr. Jauri Siqueira Jr, gerente farmacêutico e farmacêutico orientador da rede Panvel

Segundo dados referentes ao terceiro trimestre de 2018 da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), no Brasil existem aproximadamente 2.555 farmácias que desenvolvem atendimentos farmacêuticos para a população em clínicas específicas, dentro dos estabelecimentos.

Número ainda considerado pequeno, se comparado às mais de 86 mil farmácias e drogarias em todo território brasileiro, na avaliação do Dr. Jauri. “Considerando este número e a capilaridade que isso se propõe, ainda existem poucas farmácias desempenhando consultório farmacêutico. E as que desempenham têm uma série de desafios. Os serviços farmacêuticos, sejam procedimentos ou consultas, são extremamente diversos. Existe uma gama que cresce cada vez mais, o que passa pela saúde 4.0 e a questão da vacinação, isso aumento o espectro de conhecimentos e habilidades necessárias para os farmacêuticos. Mas o que já se enxerga é que precisamos cada vez mais de um profissional que entenda tanto a parte técnica como a gestão deste consultório farmacêutico”.

Outros temas abordados durante a palestras foram os porquês da necessidade de um consultório na farmácia, a importância de unir técnica e gestão, além de principais legislações que amparam o farmacêutico na realização de serviços como a vacinação.

Dra. Natasha Trolesi, Dr. Tharcísio Santana, Dra. Ana Clara Castagna e Bruna de Oliveira Santos, membros da Comissão Assessora de Farmácia do CRF-SP ao lado do palestrante Dr. Jauri Siqueira JuniorDra. Natasha Trolesi, Dr. Tharcísio Santana, Dra. Ana Clara Castagna e Bruna de Oliveira Santos, membros da Comissão Assessora de Farmácia do CRF-SP ao lado do palestrante Dr. Jauri Siqueira Junior

 

Departamento de Comunicação CRF-SP 

(com informações de Thais Noronha)

 

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS