Cidade solicita aprovação ao PL que proíbe graduação EaD em saúde

 

Vereador Patric R. TeixeiraVereador Patric R. TeixeiraSão Paulo, 8 de outubro de 2018

Durante sessão plenária do dia 1° de outubro, por iniciativa do vereador Patric R. Teixeira, a Câmara Municipal de Agudos emitiu a Moção de Apelo n°25/2018, encaminhada à Câmara dos Deputados para que os parlamentares federais votem a favor do Projeto de Lei n° 7.121/2017, que acrescenta o § 3º ao art. 46 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para proibir a autorização e o reconhecimento dos cursos de graduação da área de saúde que sejam ministrados na modalidade a distância (EaD).

O texto da moção enfatiza que é consenso do Conselho Nacional de Saúde (CSN) a posição contrária ao reconhecimento de cursos na modalidade a distância na área da saúde através da Resolução nº 515,7 de outubro 2016. “Assim, manifestamos nosso apoio à resolução e ao projeto de lei nº 7.121/2017 por acreditarmos que uma formação adequada ao profissional que trata com vidas requer uma prática que essa modalidade não pode atender. A prática, a integração e a experiência são fundamentais na formação em saúde”, considerou o vereador Patric.

Clique aqui e leia o texto da moção 25/2018.

 

Departamento de Comunicação CRF-SP

 

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS