CRF-SP atualiza capacitação e Manual de Orientação

 

2/12 - Dia Nacional de Combate ao Mosquito Transmissor

 

CRF-SP atualiza capacitação e manual de orientaçãoSão Paulo, 2 de dezembro de 2016. 

No Dia Nacional de Combate ao Mosquito Transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya, 2/12, lançado hoje, pelo Governo Federal, o CRF-SP disponibiliza a versão atualizada da capacitação online da campanha “Farmacêuticos contra a Dengue, Zika e Chikungunya” e a 2ª edição do “Manual de Orientação ao Farmacêutico: Dengue, Zika e Chikungunya”, ambos disponíveis na Academia Virtual de Farmácia do CRF-SP.

Clique para acessar a área dedicada ao tema no portal do CRF-SP com informações e materiais voltados ao farmacêutico.

Com a iniciativa, qualquer farmacêutico regularmente inscrito poderá fazer os quatro módulos da capacitação atualizada e ter acesso a nova edição do manual no seu tempo disponível, acessando a plataforma online de qualquer computador com acesso à internet. As informações da capacitação são apresentadas pelo dr. José Roberto Arruda, palestrante requisitado em todo país para falar sobre diferenças entre dengue, zika e chikungunya, formas de diagnóstico e tratamento. Além disso, dra. Amouni Mourad assessora técnica do CRF-SP apresenta as principais formas de prevenção das doenças.

 

Vale ressaltar que o certificado e a Ficha de Atendimento Farmacêutico- Dengue, Zika ou Chikungunya serão enviados para os participantes que realizarem as questões de todos os módulos e tiverem proficiência mínima de 50%.

 

Como acessar?

Para participar da capacitação atualizada e visualizar a 2ª edição do “Manual de Orientação ao Farmacêutico: Dengue, Zika e Chikungunya”, entre no portal do CRF-SP, acesse o atendimento eletrônico, clique em Academia Virtual de Farmácia e siga o passo a passo. Após entrar na Academia Virtual de Farmácia, clique no ícone “Capacitações” e, em seguida, no item “Capacitação Dengue, Zika e Chikungunya [Parte 2]”. Então, surgirá o botão azul “Inscreva-me”. Pronto, você já tem acesso à capacitação e à nova edição do manual.

Dados epidemiológicos

O Brasil já registrou, em 2016, 200.465 casos prováveis de zika e 236.287 de chikungunya. Já os casos prováveis de dengue chegaram a 1.438.624. Os dados estão em boletim epidemiológico divulgado em novembro pelo Ministério da Saúde e se referem aos casos notificados até o dia 17 de setembro.

Em 2015, ano de recorde histórico de dengue, foram registrados 1,6 milhão de casos ao longo do ano inteiro. Em 2016, só até meados de setembro, já foram mais de 1,4 milhão de ocorrências.

 

Carlos Nascimento

Assessoria de Comunicação CRF-SP

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS