PUBLICAÇÃO DO CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Nº 131 - AGO - SET/2017

 

MENSAGEM DA DIRETORIA

O retrato da nova geração de farmacêuticos

Diretoria do CRF-SP - Dr. Pedro Eduardo Menegasso,  Dra. Raquel Rizzi, Dr. Marcos Machado Ferreira, Dr. Antonio Geraldo dos SantosAnualmente, cerca de 8 mil pessoas concluem o curso de Farmácia em instituições de ensino de todo o Brasil, sendo boa parte formada por jovens ávidos para pôr em prática os conhecimentos adquiridos durante a faculdade. No entanto, o que o mercado de trabalho sabe a respeito dos sonhos e anseios dessa nova geração, cuja educação se deu quase que integralmente em ambiente digital e que não compreende como era possível um mundo sem celulares, internet e mídias sociais?

Foi pensando no potencial desses jovens farmacêuticos e nas recentes transformações ocorridas nas relações profissionais que a Revista do Farmacêutico dedica a reportagem de capa desta edição, que aborda as expectativas que essa nova geração vem compartilhando com os demais colegas nas posições de trabalho que ocupam. 

Embora muito desses anseios sejam os mesmos pleiteados pelas gerações anteriores, entre os quais crescimento, estabilidade financeira e reconhecimento profissional, as aspirações dos jovens profissionais têm surpreendido muita gente, em razão dos valores que priorizam em cada atitude demonstrada.

A percepção de muitos colegas, consultores de carreira e até um estudo da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (Ebape) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) atestam que a nova geração também quer um ambiente de trabalho que  contemple maior flexibilidade, bom relacionamento interpessoal, responsabilidade social e diversidade étnica e de gênero.

Esse mesmo ambiente digital, que muito tem a nos dizer sobre os jovens colegas farmacêuticos, também motivou a realização, em julho passado, do 4º Encontro de Jovens Farmacêuticos - “Universo Digital”, cuja cobertura também pode ser conferida nesta edição.

Promovido por nosso Comitê Jovem, o evento trouxe ao público algumas experiências de farmacêuticos e acadêmicos que conseguiram se desenvolver na profissão com uma atuação destacada nas redes sociais. A ideia foi compartilhar conhecimento e experiências, inspirando estudantes e profissionais graduados com sugestões de atuação, atualização e até entretenimento.

Mas por que se faz necessária essa reflexão sobre a nova geração de profissionais? O debate é sempre salutar e o objetivo é estimular as empresas a construírem ambientes desafiadores para esses jovens desenvolverem suas habilidades, conciliando-as com as normas e conceitos necessários à produtividade do ambiente corporativo, pois acreditamos que todos têm muito a ganhar.

Boa leitura!

 

 

     

     

    farmacêutico especialista