PUBLICAÇÃO DO CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Nº 131 - AGO - SET/2017

 

 

III ESPAÇO ÂMBITO FARMACÊUTICO

Dr. Marcos Machado, diretor-tesoureiro, Dr. Pedro Eduardo Menegasso, presidente e Dra. Raquel Rizzi, vice-presidente do CRF-SPMais de 200 farmacêuticos participaram dos quatro eventos simultâneos

A terceira edição do Espaço Âmbito Farmacêutico em 2017 reuniu cerca de 200 farmacêuticos no Novotel Jaraguá, na capital. Idealizado pelas Comissões Assessoras do CRF-SP, o evento agregou em um único local o III Encontro de Farmacêuticos Clínicos, I Seminário de Farmácia Homeopática: Farmácia Clínica, o VII Seminário de Saúde Pública e o IX Seminário de Análises Clínicas e Toxicológicas.

Cerca de 200 farmacêuticos participaram de mais uma edição do Espaço Âmbito Farmacêutico, evento que reúne várias áreas em um local

 

Dra. Lívia Barbosa (coordenadora da Comissão de Farmácia Clínica)

III encontro de farmacêuticos clínicos

Os participantes debateram com os especialistas  sobre as formas do farmacêutico clínico evitar eventos adversos.

Além disso, foram abordados temas como quimioterápicos, intervenção farmacêutica na antibioticoterapia, insuficiência renal aguda por medicamentos, risco de queda de idosos e orientação farmacêutica na visita domiciliar.

 

Dra. Márcia Borges (coordenadora da Comissão de Homeopatia) I seminário de farmácia homeopática: farmácia clínica

Entre os assuntos apresentados e debatidos estão as possibilidades, vulnerabilidades e o respaldo legal  para a farmácia clínica homeopática. Os palestrantes também abordaram a capacitação e postura profissional do farmacêutico e discutiram casos clínicos com os participantes. O evento, que contou com farmacêuticos, médicos, odontólogos e advogados, mostrou a evolução da homeopatia e todos enfatizaram o direito do paciente de escolher a terapia, já que é o principal responsável pela sua saúde.

 

Dra. Heliana Raimunda de Macedo, coordenadora da Comissão de Saúde Pública. Ao lado, a mesa com a Dra. Evelinda Trindade (à esq.) e Dra. Talita Aona Mazotti (à dir.)VII seminário de saúde pública

Entre os assuntos abordados estiveram a famacovigilância no serviço público, a saúde baseada em evidência e a atuação do farmacêutico na equipe multidisciplinar na atenção básica com foco na implementação e cuidado. Também foi discutida a judicialização da saúde, a regionalização, a inovação científica e tecnológica, o financiamento, a participação social e modelos de gestão. A probabilidade de ocorrência/taxa de incidência dos efeitos adversos e o impacto, no sentido de manejo e reversibilidade do dano, foram outros aspectos debatidos no Seminário.

 

Dra. Leiliane Rodrigues Marcatto, Dr. Marcos Machado e  Dr. Diogo Pilger. Ao lado, Dr. Paulo Caleb Junior de Lima Santos (coordenador da Comissão de Análises Clínicas e Toxicológicas)IX seminário de análises clínicas e toxicológicas

As discussões foram focadas na coleta sem jejum para os parâmetros do perfil lipídico, na importância de exames laboratoriais na semiologia e anamnese farmacêutica, na apresentação de casos em laboratórios clínicos, na efetividade e segurança farmacoterapêutica, na requisição de exames laboratoriais pelo farmacêutico e na gestão laboratorial, além dos participantes assistirem a uma palestra sobre coaching na dinâmica do relacionamento interpessoal no laboratório.

 

  

 

     

     

    farmacêutico especialista