PUBLICAÇÃO DO CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Nº 130 - MAI - JUN - JUL/2017

 

Homenagens e valorização profissional

CRF-SP realiza ações para promover uso racional de medicamentos

A Organização Mundial de Saúde (OMS) atesta que há uso racional quando pacientes recebem medicamentos apropriados para suas condições clínicas, em doses adequadas às suas necessidades individuais, por um período adequado e ao menor custo para si e para a comunidade. O uso inadequado é um sério problema responsável por mais de 27% das intoxicações no Brasil, o que reflete em três pessoas intoxicadas por hora e cerca de 27 mil por ano.

Além de ser comemorado nacionalmente no dia 5 de maio, alguns munícipios criaram por meio de leis a Semana do Uso Racional de Medicamentos, reconhecendo, inclusive, a importância 

A campanha foi um sucesso no Facebook e reuniu farmacêuticos, estudantes e outros profissionais do farmacêutico para sua promoção. É o caso da Lei Municipal 16.448/16 de São Paulo, Lei 23/16 de Conchal,  Lei 32/17 de Aguaí e Lei 43/16 de Sumaré.

E para reforçar a importância da data, o CRF-SP promoveu uma campanha voltada para os profissionais e a sociedade. Confira a seguir as principais ações.

 

Sessão solene

No dia 8 de maio foi realizada uma sessão solene na Câmara Municipal  de São Paulo em homenagem a um ano da aprovação da Lei paulistana nº 16.448/16, proposta pela vereadora Edir Sales.

Durante a solenidade, foram homenageadas duas personalidades da área por suas atuações de destaque em prol do uso racional de medicamentos: Profª. Dra. Silvia Storpirtis, professora e coordenadora da Farmácia Universitária da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP e o Prof. Dr. Fernando de Sá Del Fiol, reitor da Universidade de Sorocaba (Uniso).

Para o presidente do CRF-SP, Dr. Pedro Eduardo Menegasso, trata-se de uma legislação para marcar um tema e criar uma conscientização. “É uma semana que temos para refletir sobre o tema e é importante que o CRF-SP utilize essa data para trazer debates e reflexões junto à população, mas também para mobilizar as autoridades sobre a importância do uso racional.”

Dr. Marcos Machado, diretor-tesoureiro da entidade, ressaltou que a questão do uso racional de medicamento está alinhada com políticas públicas. “O medicamento pode trazer sérias consequências na saúde das pessoas se usado de forma errada, mas também se prescrito erroneamente. E esse é o papel do farmacêutico para saúde pública: orientar sobre como fazer o bom uso do medicamento e corrigir algum possível erro”.

Dr. Antonio Geraldo, secretário-geral, lembrou que quando a casa do povo, a Câmara Municipal, e a casa do farmacêutico se unem para uma luta tão importante, o maior beneficiado é a população. “O Conselho já venceu grandes batalhas com o trabalho de todos e quando isso ocorre na casa do povo é uma grande honra para nós.”

Autoridades e homenageados na Câmara Municipal de São Paulo: Dr. Antonio Geraldo dos Santos, secretário-geral do CRF-SP, Dra. Primavera Borelli, representante da USP, Dra. Dirce Cruz Marques, representante da secretaria municipal da Saúde, Dra. Silvia Storpirtis, coordenadora da Farmácia Universitária da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP, Dr. Pedro Eduardo Menegasso, presidente do CRF-SP, vereadora Edir Sales, Dr. Fernando Del Fiol, reitor da Universidade de Sorocaba e Dr. Marcos Machado, diretor-tesoureiro do CRF-SP

 

Alunos do curso de Farmácia da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP em ação na universidadeAções para população

Munícipes e vereadores que passaram pelo hall da Câmara Municipal de São Paulo em 8 de maio receberam orientação farmacêutica para melhor utilizar os medicamentos.

A importância dessa ação foi promover o conhecimento junto à população sobre o trabalho essencial do farmacêutico na orientação e garantia do uso racional de medicamentos, valorizando, assim, a profissão.

No dia 5 de maio, alunos do curso de Farmácia da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP levaram orientação sobre uso racional de medicamentos aos frequentadores do restaurante central da Cidade Universitária, localizado ao lado da Farmácia Universitária da USP (Farmusp). Sob coordenação das docentes Dra. Sílvia Storpirtis e Dra. Maria Aparecida Nicoletti, respectivamente coordenadora e farmacêutica-responsável da Farmusp, os acadêmicos aproveitaram o movimento intenso do horário de almoço para abordar as pessoas e transmitir conceitos importantes sobre o uso correto, armazenamento e descarte de medicamentos.

 Farmacêuticos durante ação na Câmara Municipal de São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

Redes sociais

Com a “hashtag” USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS – EU APOIO, a campanha ganhou força em todo o Estado e mobilizou profissionais, estudantes e pacientes, entre eles o filósofo, historiador e um dos maiores palestrantes do país, Leandro Karnal, que teve mais de 7 mil curtidas e 650 compartilhamentos em seu post no Facebook.

 

 

Por Mônica Neri

  

     

     

    farmacêutico especialista