Manual de orientação ao farmacêutico - Atuação em recintos alfandegados

Manual -Atuacao Em Recintos Alfadegados PORTOS

 

A presença do farmacêutico responsável técnico nas empresas que armazenam medicamentos e insumos farmacêuticos nas áreas de portos, aeroportos, fronteiras e recintos alfandegados foi efetivada a partir de 2002. E, para que o farmacêutico exerça seu papel como profissional de saúde com excelência, o Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP) tem a honra de publicar o Manual de Orientação ao Farmacêutico: Atuação em Recintos Alfandegados - Portos.

Idealizado e elaborado pela Comissão Assessora Regional de Distribuição e Transporte da Seccional de Santos, o Manual aborda as principais atribuições dos órgãos anuentes, bem como do farmacêutico no recinto alfandegado. O Manual visa auxiliar o farmacêutico a contribuir efetivamente na distribuição de insumos farmacêuticos e produtos acabados, promovendo a garantia da qualidade dos medicamentos nesses locais.