EM DEFESA DA SOCIEDADE E DA PROFISSÃO

Comissão Assessora de Farmácia Hospitalar

Coordenador: Dr. José Ferreira Marcos

1º vice-coordenador: Dra. Suzana Zaba Walczak

 

A necessidade de efetuar discussões e buscar soluções inerentes a este imenso campo de atuação, a constatação de que era preciso obter informações de grandes centros de referência para proporcionar aos farmacêuticos o que há de mais atual e indispensável para sua atuação nesta área, levou o CRF-SP a criar a Comissão Assessora de Farmácia Hospitalar. Por meio desta Comissão foram efetuadas importantes propostas de defesa, normatização e ampliação do âmbito profissional.

Destaca-se ainda, a elaboração e encaminhamento aos órgãos competentes de uma proposta que culminou na edição da Portaria MS 1017/02. Além disso, vale ressaltar a atuação da Comissão junto ao corpo de fiscais do CRF-SP, visando capacitá-los para efetuar inspeção técnica adequada e proporcionar orientação aos profissionais da área.

Para as pessoas que estiverem interessadas em participar, basta entrar em contato com a Secretaria dos Colaboradores (Secol) pelo e-mail:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Dispensar medicamentos, de forma segura e oportuna, é uma das atribuições principais de uma Farmácia Hospitalar. Este conceito é requisito essencial no Uso Racional dos Medicamentos e parte do que entendemos por Assistência Farmacêutica.

O Farmacêutico Hospitalar responsabiliza-se por todo o ciclo do medicamento, desde sua seleção (ativos e fornecedores), armazenamento, controles, até o último momento, a dispensação e o uso pelo paciente.

A Farmácia Hospitalar tem abrangência assistencial, técnico-científica e administrativa e desenvolve atividades ligadas à produção, armazenamento, controle, dispensação e distribuição de medicamentos e materiais médico-hospitalares às unidades hospitalares.

A atuação do farmacêutico hospitalar é muito abrangente. Ele é o profissional responsável por todo o fluxo do medicamento dentro da unidade de saúde e pela orientação aos pacientes internos e ambulatoriais, buscando cooperar na eficácia do tratamento, redução dos custos, voltando-se também para o ensino e a pesquisa, funcionando como campo de aprimoramento profissional.

Seu perfil profissional orienta-o para o exercício em outros segmentos mais específicos, preconizados mundialmente como sendo parte integrante do exercício farmacêutico hospitalar. são eles: organização e gestão; administração e seleção de medicamentos (padronização), aquisição, logística, sistemática de distribuição de medicamentos e correlatos, participação nas equipes de controle de infecção hospitalar, gerenciamento de resíduos, suporte nutricional e quimioterapia, desenvolvimento farmacotécnico hospitalar, controle de qualidade, farmácia clínica, distribuição e informação, farmacovigilância, ensaios clínicos, radiofarmácia e cuidados farmacêuticos, sem esquecer o seu importante papel na educação.

Ações - Farmácia Hospitalar

Membros - Farmácia Hospitalar

 

Dra. Beatriz Rodrigues Pellegrina Soares

Dr. Frank Ferreira Pinto

Dr. José Ferreira Marcos

Dra. Suzana Zaba Walczak

 

Farmacêuticos contra a dengue

EAD - Academia Virtual de Farmácia

PRESCRIÇÃO FARMACÊUTICA
Informações Cursos