CVS publica alerta terapêutico sobre uso de Bisfosfonatos associado ao risco de osteonecrose de mandíbula

São Paulo, 11 de outubro de 2013.

O Núcleo de Farmacovigilância do Centro de Vigilância Sanitária (NFV/CVS) publicou por meio de comunicado, em 02 de outubro, o “Alerta Terapêutico em Farmacovigilância: Bisfosfonatos - Risco de Osteonecrose de Mandíbula”. Segundo o texto, direcionado a médicos, dentistas e farmacêuticos, o CVS identificou uma importante proporção de reações adversas relacionadas ao sistema músculo-esquelético, em especial a osteonecrose de mandíbula.

A aplicação parenteral, a potência do medicamento, o acúmulo de dose, tratamentos concomitantes, morbidades associadas e histórico de doenças odontológicas são fatores de risco para o aparecimento destas reações. Os bisfosfonatos registrados no país incluem alendronato, ácido clodrônico, ibandronato, risedronato, pamidronato e ácido zoledrônico.

Segundo as recomendações da CVS, o emprego de fármacos para a osteoporose deve ser reservado a pacientes com a doença confirmada e alto risco para fratura, e deve-se ponderar se o uso por mais de três anos é justificável e necessário. Verifique se seu paciente apresenta fatores de risco antes de iniciar o tratamento. Caso o paciente tenha dor e suspeita de necrose na região mandibular, considere a possibilidade de um evento adverso associado ao uso de bisfosfonatos.

Acesse aqui para ler o texto na íntegra.