Mais uma moção de repúdio

 

Câmara de Birigui se manifesta contra graduação 100% EaD na área da saúde

 

Câmara Municipal de Birigui, interior do Estado de São PauloCâmara Municipal de Birigui, interior do Estado de São PauloSão Paulo, 5 de outubro de 2017.

Durante sessão ordinária realizada na noite de terça-feira, 3, a Câmara Municipal de Birigui, interior do Estado, apresentou Moção de Repúdio contra a realização de cursos de graduação à distância na área da saúde.

Estiveram presentes à sessão o diretor da Seccional de Araçatuba do CRF-SP, Dr. Marco Aurélio Poe Santana, acompanhado de outros farmacêuticos voluntários do Conselho, entre os quais a Dra. Cassia Hispagnol (coordenadora da Comissão Técnica), Dra. Regiane Iglesias Damásio, Dr. Vttor Escumbart, Dra. Ana A.Poe, Dr. Osvaldo G.Filho, Dra. Natália e Dr. Edivaldo Souza (vice-diretor da Seccional de Araçatuba).

O posicionamento da Câmara foi declarado pelo presidente, Vadão da Farmácia (PTB). Também assinaram a moção os integrantes da comissão permanente de Saúde e Saneamento, os vereadores Eduardo Dentista (PT), Carla Protetora (PSD), Andrey Servelatti (PSDB), Fermino (DEM) e Fabiano Amadeu (PPS).

 

Dr. Marco Aurélio Poe, diretor regional de Araçatuba, ao lado do presidente da Câmara de Birigui, Vadão da Farmácia, e farmacêuticos atuantes na regiãoDr. Marco Aurélio Poe, diretor regional de Araçatuba, ao lado do presidente da Câmara de Birigui, Vadão da Farmácia, e farmacêuticos atuantes na região

 

A Moção de Repúdio será encaminhada ao Ministério da Educação e reforça o movimento iniciado por diversas entidades, entre as quais o CRF-SP, contra a abertura maciça de vagas no ensino superior na área da Saúde na modalidade EaD.

Clique aqui para acessar na íntegra a Moção de Repúdio da Câmara Municipal de Birigui

 

Renata Gonçalez

Departamento de Comunicação CRF-SP

 

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS