Dr. Abdikarim Mohamed Abdi é um dos destaques do Congresso

 

 

Palestrante internacional falará sobre cuidados ao paciente

Palestrante internacional falará sobre cuidados ao pacienteSão Paulo, 13 de junho de 2017.

A tradição do Congresso Farmacêutico de São Paulo é a presença de renomados profissionais internacionais e, nesta 19ª edição, o evento manterá esse padrão com importantes nomes da Farmácia mundial. Um dos destaques será a palestra magna “Serviços Avançados de Cuidados Farmacêuticos e Necessidades do Paciente”, no dia 7 de outubro, que contará com o ministrante somali dr. Abdikarim Mohamed Abdi.

Os objetivos da atividade são ampliar a capacidade dos participantes de racionalizar e priorizar os serviços de assistência ao paciente na sua prática diária, descrever maneiras de integrar serviços não somente de tratamento de doenças, mas de prevenção e orientação da saúde, uma vez que essa é a maior tendência da profissão, além de apresentar histórias reais de sucesso de assistência farmacêutica no mundo.

Dr. Abdi é PhD em Farmácia e diretor de Práticas Experimentais Clínicas da Faculdade de Farmácia da Universidade do Oriente, na Turquia. Ele aponta dados da Organização Mundial de Saúde que mostram que nove em cada dez principais causas de morte em todo o mundo são provenientes de doenças crônicas e que são, hoje, necessários de 40 a 50 milhões de novos profissionais de saúde e de assistência social para se alcançar uma cobertura de saúde universal.

“Estes desafios assemelham-se àqueles que foram evidenciados na revolução dos cuidados em saúde no século passado, bem como à mudança na prática farmacêutica. Todos os prestadores de cuidados em saúde têm de ser dedicados para integrar práticas baseadas em evidências que não apenas melhoram o uso de medicamentos, mas, também, a prevenção e detecção precoce de doenças”, ressalta.

No caso do farmacêutico, o contato direto com o paciente tem efeitos favoráveis em vários tratamentos, incluindo hipertensão, coagulação, dislipidemia, insuficiência cardíaca congestiva, doença arterial coronariana, diabetes, osteoporose, depressão, asma, entre outras.

“A otimização e a ampla disseminação de tais práticas podem contribuir para superar os desafios da Farmácia, já que a competência para prestar esses serviços e a responsabilidade de realizar tal prática é o que mantém a Farmácia como uma profissão que agrega valor único para o sistema de saúde por meio, justamente, de serviços de atendimento ao paciente, com base em suas necessidades”, ressalta o professor.

Não perca a oportunidade de participar do maior evento farmacêutico da América Latina. Há condições especiais para quem fizer a inscrição com antecedência e o pagamento é facilitado por cartão de crédito em até 4 vezes.

Clique aqui e faça sua inscrição.


Assessoria de Comunicação CRF-SP

 

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS