Estado institui Coordenadoria de Assistência Farmacêutica

 

Iniciativa do governo estadual valoriza a profissão e visa garantir atenção integral à saúde da população

 

Farmácia do Instituto de Infectologia Emílio Ribas é uma das unidades geridas pelo governo do EstadoFarmácia do Instituto de Infectologia Emílio Ribas é uma das unidades geridas pelo governo do EstadoSão Paulo, 8 de dezembro de 2016.

Com o impacto da judicialização da saúde atingindo o patamar de R$ 1,2 bilhão em 2016, montante que se equipara ao nível federal, a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo tem nesta questão um dos principais desafios no que diz respeito à assistência farmacêutica estadual. Com a expectativa de apresentar soluções para esta demanda e, principalmente, prover atenção integral à saúde da população, acaba de ser instituída, por meio da publicação do decreto de nº 62.255/16, a Coordenadora de Assistência Farmacêutica.

A iniciativa é inédita e altera a estrutura hierárquica do setor em relação à pasta, dando mais autonomia e gerando demandas de mais farmacêuticos, afirma o farmacêutico dr. Victor Hugo Costa Travassos da Rosa, nomeado pelo secretário dr. David Uip como coordenador de Assistência Farmacêutica.

“A criação da Coordenadoria pode ser entendida como uma vitória de grande valor intrínseco para a categoria farmacêutica, pois dará oportunidades para que esses profissionais sejam mais reconhecidos. Foi fruto do desejo e reconhecimento do secretário (David Uip) em relação à área farmacêutica”, afirmou. “A expectativa é enfatizar o papel do farmacêutico na saúde pública com poder decisório no processo de políticas e escolhas do medicamento face a demanda que é cada vez mais crescente”.

Dr. Victor Hugo é membro titular da Academia Nacional de Farmácia (ANF), e atuou como superintendente técnico da Fundação/Instituto Butantan. Foi também gerente geral e gerente de relacionamento com o mercado da Divisão Industrial da Fundação para o Remédio Popular (Furp); diretor da Agência Nacional da Vigilância Sanitária (Anvisa), tendo assumido as gerências de Inspeção e Controle de Insumos, Medicamentos e Produtos, Cosméticos, Saneantes e Tecnologia de Produtos para Saúde, entre outros cargos exercidos.

 

Dr. Victor Hugo Costa Travassos da Rosa, coordenador de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Saúde do Estado de SPDr. Victor Hugo Costa Travassos da Rosa, coordenador de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Saúde do Estado de SP

 

Dentre as finalidades da Coordenadoria descritas no decreto nº 62.255 estão: Artigo 5º - A Coordenadoria de Assistência Farmacêutica tem as seguintes finalidades:

I - consolidar, no âmbito do Estado, a Política Nacional de Medicamentos e a Política Nacional de Assistência Farmacêutica, destinadas a prover atenção integral à saúde da população
II - promover, no âmbito de sua atuação:
a) a articulação em todas as instâncias do Sistema Único de Saúde - SUS, objetivando garantir atenção integral à saúde da população;
b) a coordenação das atividades desenvolvidas pelas áreas de saúde das unidades descentralizadas
III - contribuir para o aprimoramento e a integração sistêmica das atividades da assistência farmacêutica nas ações e serviços de saúde, visando uma atenção contínua, integral, responsável e humanizada à população;
IV - garantir e ampliar o acesso da população a medicamentos eficazes, seguros e de qualidade, visando à integralidade do cuidado e ao monitoramento dos resultados terapêuticos desejados;
V - coordenar, no âmbito do Estado de São Paulo, as ações relacionadas com seleção, programação, aquisição, distribuição e dispensação de medicamentos e insumos;
VI - promover o uso racional dos medicamentos, garantindo à população o acesso àqueles considerados essenciais.

Clique aqui e confira na íntegra o decreto nº 62.255/16

 

Renata Gonçalez

Assessoria de Comunicação CRF-SP

 

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS