EM DEFESA DA SOCIEDADE E DA PROFISSÃO

De acordo com a análise de longo prazo de consumidores do antiinflamatório Vioxx, outros medicamentos da mesma classe, os inibidores de Cox-2, podem provocar danos semelhantes.

Em 2004, os dados preliminares desse estudo levaram o laboratório Merck a suspender as vendas do seu popular medicamento, usado especialmente no combate à artrite.

No ano passado, a Merck reservou 4,85 bilhões de dólares para pagar milhares de acordos judiciais com vítimas de infartos, derrames e mortes supostamente causados pelo Vioxx. O estudo original, pago pelo próprio laboratório, deveria determinar se o remédio serviria na prevenção a pólipos que elevam o risco de câncer de intestino.

A Merck disse que as conclusões em geral são consistentes com o estudo original, mas lembrou que nem todos os pacientes puderam ser acompanhados após a suspensão da droga e que a análise não conseguiu levar em conta outros riscos cardíacos.

Em nota, a empresa disse que a pesquisa "usando dados limitados de uma pesquisa prematuramente interrompida precisa ser interpretada muito cautelosamente e no contexto do resto dos dados do extenso programa de desenvolvimento clínico do Vioxx".

 

XVIII Congresso Farmacêutico de São Paulo

 
 
 


    - 98 vagas disponíveis
 
    - Anunciar vagas

 

    - Currículos

    - Concursos

 

 

 

  Netshoes
Até 10% de desconto

 

PRESCRIÇÃO FARMACÊUTICA
Informações Cursos